Repositório

Mobile Learning e Educação em Saúde: Estudo de Caso no Ensino Superior de Práticas Laboratoriais

O mobile learning continua a ser uma área emergente na educação a distância e elearning, em que se tira partido, por exemplo, do poder ubíquo dos dispositivos móveis. Assim, importa perceber de que modo podem ser integrados no processo de ensino e aprendizagem. Em particular, e com este estudo, pretendeu-se perceber de que modo o m-learning e a utilização de dispositivos móveis potencia a educação em saúde, nomeadamente em aulas de hematologia laboratorial. Metodologicamente, optou-se pelo estudo de caso, tendo-se implementado inquéritos por questionário e realizado observação participante. Os dados recolhidos foram analisados com recurso à análise estatística e à análise de conteúdo. Dos resultados obtidos, é possível concluir que com a utilização dos dispositivos móveis a abordagem e resolução de problemas foi facilitada em Hematologia. Mais especificamente, a utilização de apps, como o CellAtlas e o Moxtra, permitiu superar dificuldades na execução de técnicas laboratoriais. Além destes aspetos, foram evidenciados outros, entre os quais uma maior estabilidade emocional em provas de avaliação e a subsequente melhoria nas respetivas classificações. Em síntese, considera-se que a introdução de atividades e estratégias mobile learning na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa é uma realidade que se prevê irreversível, até por já não estar circunscrita à unidade curricular do Curso de Ciências Biomédicas Laboratoriais que despoletou esta abordagem pedagógica inovadora.

Ano: 2017
Autor(es): Renato Danton Sampaio Ribeiro de Abreu
Projeto

Innovative Learning Approaches for Implementation of Lean Thinking to Enhance Office and Knowledge Work Productivity -ILA LEAN

O projeto pretende desenvolver materiais didáticos para melhorar o conhecimento necessário à implementação do pensamento Lean nos locais de trabalho. Pretende-se melhorar a eficácia do ensino/aprendizagem de conteúdos Lean aplicados ao trabalho administrativo e intelectual, potenciando o ensino a distância. Sobre este tema, o projeto criará um curso para tablets , um conjunto de jogos (serious games) , e um manual do formador (como aplicar os jogos).

Projeto financiado pelo programa Erasmus+, dinamizado numa parceria entre diversas entidades europeias.

Entidades parceiras portuguesas:  Universidade do Minho, e Latino Group.

Data: 2016 - 2017
Promotor: Politechnika Rzeszowska im. Ignacego Lukasiewicza PRz (Polónia)
Quem é quem

Jorge Freire

Completei um mestrado em tecnologias educativas na Birkbeck University e no Institute of Education e tenho desenvolvido a prática profissional no apoio a alunos e professores no uso das tecnologias educativas, tendo cinco anos de experiência tanto no ensino superior, como ao nível do ensino secundário no Reino Unido, como designer instrucional, formador de e-elearning e em administração de plataformas de tecnologia educacional (Moodle e Blackboard; Ech360 e Panopto; Adobe Connect; Planet eStream; Poll Everywhere, etc.). Trabalhando em equipas multidisciplinares, dei apoio e formação, promovi inovação e participei num vasto leque de projetos nas áreas do ensino à distância, b-learning, avaliação online, uso de multimédia para o ensino-aprendizagem e avaliação, m-learning e no ensino presencial f2f enriquecido pela tecnologia, em papéis diferentes: gestão de projetos, gestão de mudança, administração de sistemas, consultadoria no desenho instrucional, pesquisa, formação de professores, alunos e equipas, desenho de cursos, etc. Na City University London, colaborei com várias equipas com competências pedagógicas e tecnológicas para construir, promover e apoiar o ensino-aprendizagem f2f em espaços flexíveis de aprendizagem, trabalhando num projecto inovador que, de forma coordenada, transforma centenas de espaços de aprendizagem formais e informais e o ensino nestes. Também na City University London e no Newham Sixth Form College, dei formação a professores e equipas em como desenhar actividades, conteúdos e currículos para m-learning, b-learning e ensino f2f em várias plataformas, fazendo parte de serviços de consultadoria de desenho de currrículos, actividades e conteúdos para modalidades e grupos diferentes. Na University of Westminster, promovo boas práticas no uso de espaços flexíveis de aprendizagem, b-learning e m-learning, dando formação e liderando projetos.

Currículo: http://www.linkedin.com/in/jorgefreireEdTech

Categorias: Consultor, Formador
Repositório

Projetos de e-Learning , Inovação, Implementação e Gestão

Este livro está organizado em duas partes complementares: uma primeira parte, destinada a pessoas que estão a dar os primeiros passos nestes contextos, onde são apresentados os principais fundamentos do Ensino a Distância, do e-Learning, do b-Learning e do m-Learning; e uma segunda parte, para pessoas com conhecimentos mais avançados nesta temática e que desejem conhecer a estratégia e o processo de implementação de projetos de e-Learning em organizações. Apresenta-se um conjunto de espaços inovadores de aprendizagem, enquanto tendências futuras nesta área de atividade, nomeadamente aprender em ambiente Web 2.0 e PLE, aprendizagem em ambientes 3D, learning objects, Serious Games e Context Aware for Learning. Para além de apresentar os fundamentos das learning organizations, do Ensino a Distância, da comunicação multimédia para formação, do e-Learning, do b-Learning, do m-Learning e dos seus principais componentes estratégicos, este livro mostra como se faz a gestão e a implementação de um projeto de e-Learning numa organização, apoiando-se em sete casos reais de implementação de em organizações privadas e do Estado

Ano: 2015
Autor(es): Arnaldo Santos, Filipe Peixinho, Lúcia Moreira
Editora: Lidel
Quem é quem

Célio Gonçalo Marques

Célio Gonçalo Marques é Professor da Unidade Departamental de Tecnologias de Informação e Comunicação do Instituto Politécnico de Tomar, exercendo também as funções de Presidente do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Gestão e de Vice-Director do Centro de eLearning do Instituto Politécnico de Tomar. Possui licenciatura em Informática e Gestão, mestrado em Comunicação Educacional Multimédia, pós-graduação em Técnicas e Contextos de e-Learning e doutoramento em Ciências da Educação, área de Tecnologia Educativa. Colaborou com o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (Universidade de Lisboa) e com a Universidade Lusíada de Lisboa na lecionação de várias unidades curriculares de mestrado, tendo também sido convidado para lecionar no Instituto Superior de Educação da Universidade de Cabo Verde. Esteve envolvido em projetos relacionados com a informática na educação e prestou consultoria informática a várias empresas. Em termos internacionais esteve em missões de ensino na Universidade de Yasar (Izmir, Turquia), na Universidade de Vilnius (Vilnius, Lituânia) e na Universidade de Ciências Aplicadas Eszterházy Károly (Eger, Hungria) e é membro do comité editorial de várias revistas, entre elas, Electronic Learning, Information and Communication: Theory and Practice. É autor de diversas publicações nacionais e internacionais, entre elas, o livro “Os Hipermédia no Ensino Superior” e tem estado na organização de vários eventos científicos e técnicos, entre eles, o “Encontro sobre Jogos e Mobile Learning” (Universidade de Coimbra, 2012 e 2014) e o “Encontro sobre Web 2.0” (Universidade do Minho, 2008) do qual resultou o livro “Manual de Ferramentas da Web 2.0 para Professores” editado pelo Ministério da Educação. É também investigador do Centro de Administração e Políticas Públicas da Universidade de Lisboa e colaborador do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho.

Curriculum Vitae: http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=9617437441412951
Categorias: Consultor, Formador, Professor
Entidade: Instituto Politécnico de Tomar
Repositório

Designing eBook Interaction for Mobile and Contextual Learning

Dada a disseminação global de plataformas móveis, como iOS e Android, é relevante considerar o potencial desses dispositivos no ensino e aprendizagem. A nossa pesquisa exploratória foi desenhada para avaliar a possibilidade de utilizar formatos de e-book comuns para criar gamebooks (livros gamificados) que são eficazes no ensino e aprendizagem. Depois de analisar os recursos disponíveis em muitas ferramentas de acesso livre ou aberto, decidimos usar o iBooks Author para construir um primeiro modelo de um livro dinâmico, que pode funcionar como um jogo educativo para “Estudos Ambientais”, destinados a crianças no 4.º ano, a maioria com 9 -10 anos de idade, nas escolas portuguesas. Este artigo apresenta o projeto e características deste livro interativo intitulado “Aventuras no rio Guadiana”, desenvolvido utilizando o formato da Apple iBook, e especialmente definido para a retina iPad. Porque este é um formato proprietário, também se construiu um protótipo seguindo a norma EPUB3, e desenvolveu-se novas formas de interagir com o conteúdo dentro deste formato universal. Testes preliminares com os nossos protótipos revelaram muito boa usabilidade e potencial pedagógico promissor nos modelos propostos.

Ano: 2014
Autor(es): José Bidarra, Carlos Natálio, Mário Figueiredo
Repositório

Dinâmicas de MOODLiz@ção num agrupamento de escolas de Matosinhos: o caso do agrupamento vertical de escolas de Leça da Palmeira/Santa Cruz do Bispo

Tese de Doutoramento em Multimédia em Educação. O advento da Internet e da Web, na década de 1990, a par da introdução e desenvolvimento das novas TIC e, por consequência, a emergência da Sociedade da Informação e do Conhecimento, implicaram uma profunda alteração na forma de análise dos processos de ensino-aprendizagem, já não apenas segundo um prisma cognitivista, mas, agora, também social, isto é, segundo a(s) perspetiva(s) construtivista(s). Este estudo entronca precisamente na análise de um sistema ou plataforma tecnológica de gestão de aprendizagens (Learning Management System – LMS), o MOODLE, procurando-se, deste modo, dar resposta ao reconhecimento de que “urge investigar sobre a utilização real e pedagógica da plataforma” (Carvalho, 2007:27). Por outro lado, não descurando o rol de interrogações de outros investigadores em torno da utilização do MOODLE, nem enveredando pelas visões mais céticas que inclusive pressagiam a sua “morte” (Fernandes, 2008b:134), também nós nos questionamos se esta ferramenta nem sequer vai conseguir transpor “a fase de final de entusiasmo, e tornar-se uma ferramenta de minorias e de usos ocasionais?” (Fernandes, Op. cit.:133).

Ano: 2013
Autor(es): Rui Guimarães Lima
Editora: Tese de Doutoramento
Repositório

O m-learning no contexto do Ensino Superior – uma proposta para a sua avaliação em ambientes colaborativos

O actual avanço nas Tecnologias de Informação e Comunicação contribuiu para a democratização no ensino, possibilitando ultrapassar limitações de espaço e de tempo, e proporcionando um acesso à informação de forma mais fácil, rápida e de menor custo. Tal possibilitou novas formas de aproximação entre quem quer aprender e o conhecimento. As instituições de Ensino Superior não podem ser alheias a estes avanços tecnológicos. Em consequência, assiste-se à crescente adopção de novas formas de aprendizagem, mediadas pelas tecnologias e pelo digital, de forma a dar resposta aos desafios com que a sociedade deste início de século se confronta. Entre a multiplicidade de oferta tecnológica encontra-se a computação móvel e os dispositivos móveis, que vieram permitir uma aprendizagem menos limitada do que os computadores de secretária. Os dispositivos móveis (PDA, telemóvel, Smartphone, Tablet PC e Portáteis), ganharam, desta forma, uma variedade de equipamentos já vulgarizados na nossa sociedade. Esta evolução resultou na criação de uma proposta tecnológica designada por m-learning. O presente estudo propõe-se verificar se a utilização de dispositivos móveis é também um meio de aprendizagem para os vários intervenientes, e avaliar o seu processo de adopção e difusão da inovação.

Ano: 2011
Autor(es): Steven Lopes Abrantes
Editora: Tese de Doutoramento
Repositório

Horizon Report Europe: 2014 Schools Edition

O documento examina as principais tendências, os desafios mais significativos e os mais importantes desenvolvimentos na tecnologia educacional, que terão maior propensão e impacto nos processos de mudança educacional nas escolas europeias, ao longo dos próximos cinco anos (2014-2018).
Publicação conjunta da Direcção-Geral da Comissão Europeia para Educação e Cultura; Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia – Instituto de Prospectiva Tecnológica; e o New Media Consortium.

Grandes temas da publicação:

  • Trends Accelerating Educational Technology Adoption in European Schools
  • Challenges Impeding Educational Technology Adoption in European Schools
  • Important Developments in Educational Technology for European Schools
Ano: 2014
Autor(es): L. Johnson, S. Adams Becker, V. Estrada, A. Freeman, P. Kampylis, R. Vuorikari, Y. Punie.
Editora: Publications Office of the European Union
Quem é quem

José Carvalho

Licenciado em Ensino de Português-Francês, especializado em recursos didáticos e pós-graduado em Sistema de Informação pela Universidade do Minho. Colaborou nos primeiros passos do RepositóriUM da Universidade do Minho e no projeto Bumerang, uma aplicação p2p para partilha de conhecimento. Foi colaborador do Centro e-Learning da TecMinho como técnico pedagógico e gestor das tecnologias de apoio ao e-Learning e m-Learning. Esteve, ainda, envolvido na criação do repositório aberto de conteúdos educativos. Desde Julho de 2008 que integra o Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho e está afecto à gestão de projetos nacionais e internacionais (RCAAP, Necobelac, Foster).

Categorias: Consultor, Formador, Perito