Quem é quem

Célio Gonçalo Marques

Célio Gonçalo Marques é Professor da Unidade Departamental de Tecnologias de Informação e Comunicação do Instituto Politécnico de Tomar, exercendo também as funções de Presidente do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Gestão e de Vice-Director do Centro de eLearning do Instituto Politécnico de Tomar. Possui licenciatura em Informática e Gestão, mestrado em Comunicação Educacional Multimédia, pós-graduação em Técnicas e Contextos de e-Learning e doutoramento em Ciências da Educação, área de Tecnologia Educativa. Colaborou com o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (Universidade de Lisboa) e com a Universidade Lusíada de Lisboa na lecionação de várias unidades curriculares de mestrado, tendo também sido convidado para lecionar no Instituto Superior de Educação da Universidade de Cabo Verde. Esteve envolvido em projetos relacionados com a informática na educação e prestou consultoria informática a várias empresas. Em termos internacionais esteve em missões de ensino na Universidade de Yasar (Izmir, Turquia), na Universidade de Vilnius (Vilnius, Lituânia) e na Universidade de Ciências Aplicadas Eszterházy Károly (Eger, Hungria) e é membro do comité editorial de várias revistas, entre elas, Electronic Learning, Information and Communication: Theory and Practice. É autor de diversas publicações nacionais e internacionais, entre elas, o livro “Os Hipermédia no Ensino Superior” e tem estado na organização de vários eventos científicos e técnicos, entre eles, o “Encontro sobre Jogos e Mobile Learning” (Universidade de Coimbra, 2012 e 2014) e o “Encontro sobre Web 2.0” (Universidade do Minho, 2008) do qual resultou o livro “Manual de Ferramentas da Web 2.0 para Professores” editado pelo Ministério da Educação. É também investigador do Centro de Administração e Políticas Públicas da Universidade de Lisboa e colaborador do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho.

Curriculum Vitae: http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=9617437441412951
Categorias: Consultor, Formador, Professor
Entidade: Instituto Politécnico de Tomar
Repositório

Dinâmicas de MOODLiz@ção num agrupamento de escolas de Matosinhos: o caso do agrupamento vertical de escolas de Leça da Palmeira/Santa Cruz do Bispo

Tese de Doutoramento em Multimédia em Educação. O advento da Internet e da Web, na década de 1990, a par da introdução e desenvolvimento das novas TIC e, por consequência, a emergência da Sociedade da Informação e do Conhecimento, implicaram uma profunda alteração na forma de análise dos processos de ensino-aprendizagem, já não apenas segundo um prisma cognitivista, mas, agora, também social, isto é, segundo a(s) perspetiva(s) construtivista(s). Este estudo entronca precisamente na análise de um sistema ou plataforma tecnológica de gestão de aprendizagens (Learning Management System – LMS), o MOODLE, procurando-se, deste modo, dar resposta ao reconhecimento de que “urge investigar sobre a utilização real e pedagógica da plataforma” (Carvalho, 2007:27). Por outro lado, não descurando o rol de interrogações de outros investigadores em torno da utilização do MOODLE, nem enveredando pelas visões mais céticas que inclusive pressagiam a sua “morte” (Fernandes, 2008b:134), também nós nos questionamos se esta ferramenta nem sequer vai conseguir transpor “a fase de final de entusiasmo, e tornar-se uma ferramenta de minorias e de usos ocasionais?” (Fernandes, Op. cit.:133).

Ano: 2013
Autor(es): Rui Guimarães Lima
Editora: Tese de Doutoramento
Repositório

Web 2.0 and Higher Education – a psychological perspective

A emergência de ferramentas como os Blogues ou os Wikis tornaram muito mais fácil a criação de conteúdos online. O conceito de Web 2.0, em permanente evolução, visa enfatizar o facto de que os utilizadores podem, hoje em dia, participar de forma simples na distribuição e partilha de conteúdos Web, tirando partido das novas ferramentas existentes.
Nesta tese, são descritos dois estudos empíricos. O primeiro estudo visou estudar a utilidade que docentes do Ensino Superior percepcionavam no uso de ferramentas Web 2.0 no contexto das suas atividades lectivas. O segundo estudo visou a população dos estudantes.

Ano: 2012
Autor(es): Luís António Morão Pinto Simões da Cunha
Editora: Tese de doutoramento