Repositório

Evaluation of Online Higher Education – Learning, Interaction and Technology

The work presents a theoretical framework for the evaluation of e-Teaching that aims at positioning the online activities designed and developed by the teacher as to the Learning, Interaction and Technology Dimensions. The theoretical research that underlies the study was developed reflecting current thinking on the promotion of quality of teaching and of the integration of information and communication tools into the curriculum in Higher Education (HE), i. e. bearing in mind Portuguese and European guidelines and policies on this subject. This way, an answer was sought to be given to one of the aims put forward in this study, namely to contribute towards the development of a conceptual framework to support research on evaluation of e-Teaching in the context of HE. Based on the theoretical research carried out, two evaluation tools were developed to collect teachers’ and students’ perceptions regarding activities developed online. Consequently, aiming at testing those tools, an empirical study was structured. Following an exploratory study, e-Learning and b-Learning courses were identified, from which a restricted number of Portuguese HE institutions were selected, enabling the use, testing and validation of both tools created to evaluate online activities, including students’ and teachers’ perceptions. From the comparison of the theoretical framework established and the analysis of the data obtained, we found that the differences in teaching should be valued and seen as assets by HE institutions rather than annihilated in a globalizing perspective.

Ano: 2014
Autor(es): Ana Balula, António Moreira
Editora: Spriner Verlag
Repositório

A Influência do Digital na Criação de Espaços de Aprendizagem de Alta Qualidade – O Espaço Como Agente de Mudança

O uso generalizado de Redes de Comunicação e das Tecnologias de Informação é hoje um fenómeno mundial, com múltiplos impactos na forma como se ensina/aprende e nos contextos em que esse processo decorre – Espaços de Aprendizagem. Estes espaços incluem Espaços Físicos de Aprendizagem, Espaços Virtuais de Aprendizagem, Espaços Colaborativos de Aprendizagem, entre outros. Estas propostas estão a proporcionar novos cenários no processo ensino/aprendizagem, com contornos ainda não muito bem definidos. Um Espaço de Aprendizagem necessita de um conjunto complexo de recursos materiais e humanos. Justifica-se um estudo mais aprofundado e continuado, dada a relevância que este tem nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, o objectivo geral da presente investigação é conhecer as percepções dos Docentes do Ensino Superior, sobre os Espaços de Aprendizagem, das instituições onde leccionam. São descritos os tipos de espaços existentes, a sua importância, as necessidades sentidas pelos docentes e o tipo de equipamentos sugeridos para esses Espaços. Neste contexto, considerou-se relevante a recolha de opiniões sobre as necessidades/prioridades, utilidade, qualidade e sustentabilidade, produzidas pela utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) nos espaços de aprendizagem. Foram ainda recolhidas opiniões sobre boas práticas da utilização do Espaço, através da experiência dos docentes inquiridos em diversas instituições.

Ano: 2011
Autor(es): Pedro Nuno Moreira da Silva
Editora: Tese de Doutoramento
Repositório

Web 2.0 and Higher Education – a psychological perspective

A emergência de ferramentas como os Blogues ou os Wikis tornaram muito mais fácil a criação de conteúdos online. O conceito de Web 2.0, em permanente evolução, visa enfatizar o facto de que os utilizadores podem, hoje em dia, participar de forma simples na distribuição e partilha de conteúdos Web, tirando partido das novas ferramentas existentes.
Nesta tese, são descritos dois estudos empíricos. O primeiro estudo visou estudar a utilidade que docentes do Ensino Superior percepcionavam no uso de ferramentas Web 2.0 no contexto das suas atividades lectivas. O segundo estudo visou a população dos estudantes.

Ano: 2012
Autor(es): Luís António Morão Pinto Simões da Cunha
Editora: Tese de doutoramento
Repositório

Dimensões pedagógicas da sala de aula virtual: teoria e prática

Este artigo aborda a sala de aula virtual enquanto espaço intencionalmente concebido com o objetivo de promover experiências de aprendizagem relevantes. Centramo-nos nas dimensões pedagógicas integradas e mobilizadas neste espaço, nomeadamente informativa, prática, comunicativa, tutorial e de avaliação, de forma a estabelecer um diálogo entre a teoria e a prática de um docente do ensino superior. Os dados apresentados foram obtidos através da observação direta da organização de salas de aula virtuais e da entrevista ao respetivo docente.

A análise destes dados permitem-nos afirmar que o professor atribuiu uma importância significativa às dimensões em questão, preocupando-se em criar um ambiente online estimulante com diferentes recursos (tecnológicos), privilegiando um design centrado no desenvolvimento de competências (com atividades individuais e em grupo) e num modelo pedagógico próprio para ambientes online – e-moderating – baseado nos princípios do construtivismo, da autonomia e da interação.

Ano: 2013
Autor(es): Ana P. Rodrigues, Angélica Monteiro, J. A. Moreira
Editora: Centro de Inovação e Estudo de Pedagogia no Ensino Superior- Instituto Politécnico de Coimbra
Repositório

Educação on-line: impacto da formação na prática docente do ensino superior

Este artigo estabelece possíveis relações entre a formação no âmbito da educação on-line e as práticas letivas dos docentes, refletindo sobre o modo como a formação provocou mudanças nas práticas letivas e influenciou os docentes na estruturação e planeamento das Unidades Curriculares. Os docentes alteraram o modo de abordagem dos temas a tratar, adaptando as atividades, recursos e estratégias anteriormente utilizadas, para o ambiente on-line. Acreditamos que as formações desempenham um importante papel no sentido de promover a partilha de estratégias de dinamização da sala de aula virtual e de interação.

Ano: 2013
Autor(es): Ana Paula Rodrigues, Angélica Maria Reis Monteiro
Repositório

Quality of Blended Learning within the Scope of the Bologna Process

O artigo baseia-se em dados existentes sobre a abordagem blended learning no ensino superior. Apresenta o quadro teórico e os dados de um estudo empírico realizado na Universidade do Porto envolvendo professores, e que ganhou o “E-Learning Prize of Excellence” no período entre 2006 e 2010. O objetivo principal deste artigo é contribuir para um entendimento do valor do b-learning no âmbito do processo de Bolonha, iniciado na Universidade do Porto em 2006.

O estudo incluiu a recolha de dados através de questionários aplicados a professores e alunos, bem como entrevistas semi-estruturadas e análise de documentos. Os resultados de pesquisa destacam a importância da intervenção do professor para criar um ambiente que estimula os processos de cooperação, autonomia, integração social e o desenvolvimento de comunidades de aprendizagem, importantes neste mundo competitivo.

Ano: 2013
Autor(es): Angélica Monteiro, Carlinda Leite, Lurdes Lima
Editora: TOJET: The Turkish Online Journal of Educational Technology
Repositório

Implementação de uma Plataforma Integrada de Sistemas de Gestão de Conteúdos e Aplicações Web 2.0 para Instituições de Ensino Superior

O Ensino Superior está a sofrer uma grande transformação motivada pela adequação dos cursos ao Processo de Bolonha e pelas recomendações da UNESCO. A mudança em curso visa um ensino baseado na aquisição de competências, centrado no estudante e potenciado pela utilização das novas tecnologias, numa perspectiva de criação de condições para uma maior mobilidade, empregabilidade e aprendizagem ao longo da vida. O objectivo principal desta tese de doutoramento é propor um modelo de organização de ambientes de aprendizagem e uma plataforma integrada de aplicações que permitam a utilização de aplicações e práticas Web 2.0 nas actividades lectivas e de avaliação, na infra-estrutura da Instituição de Ensino Superior e de modo integrado com o sistema de gestão de aprendizagem, e que garantam a segurança dos conteúdos criados e a sua preservação para memória futura. A implementação das propostas apresentadas possibilita aos estudantes a criação e gestão de ambientes pessoais de aprendizagem, configurados em função das unidades curriculares frequentadas, integrando conteúdos criados e sujeitos a avaliação e complementados com outros disponíveis na Internet. Oferece, também, funcionalidades para gestão de portefólios electrónicos e curriculum vitae. Os estudantes obtêm, assim, melhores condições para exercer a responsabilidade de conduzir o seu percurso de aprendizagem.

Ano: 2011
Autor(es): Lino Oliveira
Editora: Tese de doutoramento
Repositório

E-Learning in European Higher Education Institutions – Results of a Mapping Survey Conducted in October-December 2013

O presente estudo sobre e-learning pretende contribuir para colmatar uma lacuna de dados e estimular a discussão sobre o desenvolvimento de políticas nacionais e europeias sobre a questão . Baseia-se numa pesquisa realizada pela EUA – European University Association, entre Outubro e Dezembro de 2013. 249 respostas de instituições de ensino superior, na sua maioria de universidades, de 37 países europeus foram recebidas.
Enquanto que a amostra foi auto-selecionada, esta representa quase um terço dos membros da EUA.
A pesquisa questionava sobre o tipo de e-learning que as instituições utilizam, as suas experiências nesta área e suas expectativas para o futuro. Considerou blended learning e on-line em vários formatos. Dado o forte interesse em MOOCs, uma grande parte do relatório é dedicada a este tema. O estudo também colocou questões relativas às estruturas de suporte e serviços, a coordenação intra-institucional, garantia de qualidade e de reconhecimento.

Ano: 2014
Autor(es): Michael Gaebel, Veronika Kupriyanova, Rita Morais, Elizabeth Colucci
Editora: European University Association
Repositório

Aprendizagem potenciada pela tecnologia no ensino superior: uma metodologia para o desenvolvimento de critérios de qualidade

O presente artigo apresenta os resultados preliminares de uma investigação que tem com o objetivo construir um referencial de qualidade da Aprendizagem Potenciada pela Tecnologia e desenvolver um modelo para avaliar a Aprendizagem Potenciada pela Tecnologia no Ensino Superior. O processo de construção desse referencial integra um quadro teórico, proveniente da literatura da especialidade com um estudo empírico de cariz interpretativo e exploratório. O artigo conceptualiza a problemática assente na qualidade da Aprendizagem Potenciada pela Tecnologia dando relevo à metodologia de quadro referencial utilizada para delinear de forma transparente critérios para aferir a existência de qualidade desta modalidade de aprendizagem. Serão apresentados os passos metodológicos assim como alguns resultados preliminares.

Ano: 2013
Autor(es): Diogo Casa Nova, Nilza Costa, António Moreira
Editora: CIIE – Centro de Investigação e Intervenção Educativas
Repositório

Aprendizagem Potenciada pela Tecnologia no Ensino Superior: Construção de um Referencial de Qualidade

A utilização da tecnologia como mediadora do processo de ensino e de aprendizagem tem sido um aspeto incontornável no Ensino Superior e nas prioridades institucionais. A sua utilização tem sido, no entanto, mais norteada por um paradigma de disponibilização em vez de ser norteada por um paradigma de potenciação. Este estudo procura discutir o papel da tecnologia como potenciadora da aprendizagem, através da introdução de um conceito de aprendizagem potenciada pela tecnologia. Nesse sentido o estudo procura apresentar um referencial de qualidade dos pressupostos para a existência de uma aprendizagem potenciada pela tecnologia que permita orientar os diversos atores para práticas de qualidade na utilização da tecnologia e facilitar o desenho de instrumentos de avaliação, autoavaliação e monitorização.

Ano: 2014
Autor(es): Diogo Casanova
Editora: Tese de doutoramento